Vida cruel nas ruas do mundo

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014



A vibração daquele que comemora quando compra um carro zero e contribui assim a encher as já entupidas ruas das grandes cidades torna-se patética. E o desatino parece não ter fim. Só na brasileira e desvairada São Paulo mais de 1.000 carros 0km são botados diariamente na rua como se não bastassem os mais de 7.000.000 de veículos que tentam rodar como puder pela (quase) sempre engarrafada paulistéia. 

Emblema do mal chamado progresso capitalista, o automóvel acabou convertendo-se em símbolo de um caótico tempo pós-moderno já batizado como  A Era da Estupidez. Hoje o carro sequer cumpre as funções básicas para o qual foi inventado. Encurtar distâncias, ganhar tempo, evitar o cansaço, agilizar os deslocamentos, poupar dinheiro é tudo o que o carro hoje não da. Só falando em grana, você pode anotar esse dado: com os engarrafamentos cada vez mais complicados e prolongados, os motoristas passaram a gastar un 39% a mais de combustível. 

Poluição, estrese, demora, cobranças, maiores gastos, perdas de oportunidades, cansaço, inimizades são algumas das conseqüências do uso idiota do carro nas grandes urbes do planeta que, longe de facilitar nossa existência, acaba por roubar-nos um pouco de vida a cada dia. 

Confira a lista com os piores tráfegos urbanos do mundo elaborada a partir de um estudo da IBM e de um levantamento da revista americana Foreign Policy e depois me conta, tá?

Pequim
De acordo com as autoridades chinesas, mais de 2.000 novos carros chegam às ruas da cidade todos os dias. Cada mês são registrados quase 100 mil veículos. Em média, o morador de Pequim (China) perde uma hora por dia apenas em viagens diárias ao trabalho.

O engarrafamento gigante e recorde produzido em 2010 que durou várias semanas é apenas uma amostra da situação do tráfego na capital chinesa, que lidera os levantamentos da IBM e Foreign Policy como o pior do mundo. Segundo a pesquisa da IBM, 69% dos motoristas da cidade admitiram já ter desistido de ir ao trabalho em pelo menos uma ocasião em função de intensos congestionamentos e 84% alegam que o trânsito afeta o desempenho profissional e escolar.

Moscou
Além do grande número de veículos, o excesso de motoristas que dirigem bêbados, a má condição climática, as ruas desenhadas apenas para marchas militares e as autoridades que conseguem desviar o trânsito e prejudicar a vida dos outros motoristas colaboram para o caos que se tornou o trânsito de Moscou (Russia), segundo o Foreign Policy.

A vida de motorista na capital russa exige um exercício diário de paciência. Em média, cada dia registra cerca de 650 focos de engarrafamento, que podem representar uma espera de até duas horas e meia para os moradores da cidade. Segundo estudo recente, 40% dos moscovitas, em pelo menos um momento, já tiveram que esperar ao menos três horas para um congestionamento diminuir somente nos últimos três anos.

Dados do Ministério dos Transportes russo apontam que US$ 12,8 bilhões são perdidos anualmente devido às péssimas condições de trânsito.


Cidade do México
A cidade tem em média 8,5 protestos de rua diários, que ajudam a bloquear o trânsito local. Em 2006, um gigantesco congestionamento chegou a paralisar meio milhão de veículos em função de um único protesto político.

Com uma população superior a 19 milhões de pessoas em sua região metropolitana, a Cidade do México (México) simplesmente tem muitos habitantes para muito poucas ruas - boa parte delas desenhadas pelos astecas há vários séculos-, segundo o Foreign Policy. Mais da metade dos motoristas alega que o tráfego prejudica o trabalho e os estudos, enquanto 62% dizem que o trânsito está cada vez pior.

Além dos enormes congestionamentos diários, o trânsito no México DF é extremamente perigoso para os pedestres da cidade. Anualmente, cerca de 1.500 pedestres são mortos em acidentes.



Nova Délhi
A situação no trânsito de Nova Délhi (India) importuna tanto os moradores da cidade que 40% dos entrevistados locais afirmaram que escolheriam trabalhar mais se o tempo gasto diariamente para ir ao trabalho fosse significativamente reduzido, aponta o levantamento da IBM.

O estudo também aponta que 62% das pessoas indicaram que o tráfego na cidade prejudica o rendimento profissional ou nos estudos.


Johanesburgo
As péssimas condições do tráfego urbano na agitada cidade de Africa do Sul ganharam notoriedade internacional durante a Copa do Mundo de 2010. Na festa de abertura do evento, no dia 10 de junho, um enorme engarrafamento obrigou os motoristas a esperar até 4 horas para chegar no Orlando Stadium, palco do evento.

A situação do trânsito na cidade, considerado o terceiro pior do mundo pelo estudo da IBM, é agravada pelo fato de os moradores preferirem comprar um carro próprio a utilizar o transporte público.

São Paulo
Em 26 de julho de 2013, São Paulo (Brasil) bateu o recorde de maior congestionamento da história quando veículos se estenderam por mais de 300 km de lentidão nas ruas da cidade. Diariamente, muitos paulistas enfrentam diariamente até quatro horas de engarrafamento, que frequentemente superam 160 km de paralisação.

Segundo o Foreign Policy, o trânsito local sofre com a falta de anéis viários plenamente funcionais. A revista aponta que novas linhas de ônibus, novas linhas de metrô e a implementação do sistema de rodízio de veículos tiveram pouco efeito para diminuir melhorar a caótica situação do tráfego local, que anualmente gera prejuízos de US$ 2,3 bilhões.

Lagos
Extremamente perigoso - com frequentes acidentes que matam dezenas -, o tráfego de Lagos (Nigéria), é apontado pela Foreign Policy como um dos mais caóticos do mundo. Segundo a revista, a falta de planejamento urbano é o principal vilão para a péssima situação do trânsito - apelidado pelos seus moradores de "go-slow" (vá devagar). Lagos, uma das cidades que cresce mais rapidamente no mundo, enfrenta diariamente gigantescos engarrafamentos.

Além do risco de acidentes, os motoristas locais também sofrem com a ameaça constante de ladrões armados que se aproveitam da lentidão dos carros e de que os condutores não têm para onde ir para roubar seus pertences. q
_____________________________________________________________________
Que achou você desse post? Clique abaixo, no link COMENTÁRIOS e deixe sua palavra...
   
|| MAIS INFORMAÇÃO

 

0 COMENTÁRIOS :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...