Algo cheira a podre no rio Paraíba

quarta-feira, 26 de novembro de 2014



O Sudeste do Brasil padece uma grave crise hídrica que ameaça o abastecimento de água para milhões de pessoas. E é nesse dramático quadro que começam a aparecer os resultados de anos de descaso com as fontes naturais do vital elemento. O seguinte dado é, simplesmente, estarrecedor: 600 milhões de litros de esgoto doméstico são jogados diariamente  em toda a bacia do Paraíba do Sul, um curso de água, originalmente cristalino,  que atravessa os estados brasileiros de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. 

O rio Paraíba é o principal fornecedor das redes de águas que atendem uns 6,4 milhões de humanos habitantes da região metropolitana do Rio e, agora -por um acordo para a transposição de parte de seu curso-, será um dos principais auxílios para mais 9 milhões de pessoas da cidade de São Paulo que vêm sofrendo com a seca do sistema Cantareira.   

Hoje, então, mais que nunca se faz imprescindível uma tomada de consciência para acabar com o envenenamento dessas águas preciosas. A principal contribuição dessa poluição são os rejeitos (descartes não recicláveis) residenciais que ainda representam um enorme desafio aos gestores públicos, sendo a pecuária a segunda atividade que implica a perda da qualidade das águas. A poluição industrial é outra vilã. A bacia do Paraíba do Sul, que abrange 184 municípios, conta com 7 mil indústrias e cerca de 6 mil pequenas, médias e grandes fazendas, sendo a maior poluidora em potencial, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). 

Está faltando esclarecimento, educação e campanhas para conscientizar. O Estado tem sua responsabilidade nisso porém a população não deveria poupar-se pois o maior descaso é, casualmente, dos cidadãos, sendo que eles próprios são o mais prejudicados com sua conduta falha. Somos milhares, dezenas de milhares, milhões até. Estamos esperando o quê? Que um, dez ou cem funcionários venham a resolver nosso problema, a nos dizer onde devemos jogar o lixo ou como devemos reciclá-lo ou como temos que cuidar nosso rio, ou porque temos que preservar o ambiente onde a gente mora? Não sabemos disso? Será que somos coitadinhos ignorantes, analfabetos ambientais? Ou será que estamos sendo irresponsáveis?

Vamos pessoal, vamos tomar vergonha na cara, se falta informação vamos procurá-la e façamos o que temos de fazer. Vamos reclamar, sim; vamos exigir, sim, mas sobretudo vamos a agir. Ao final é nossa própria saúde, nossa própria sobrevivência e a de nossos filhos e seres queridos o que está em jogoq
___________________________________________________________________________
Que achou você desse post? Clique abaixo, no link COMENTÁRIOS e deixe sua palavra...

|| MAIS INFORMAÇÃO

0 COMENTÁRIOS :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...